"Seja Bem Vindo...Viaje neste jardim virtual!!Sinta-se em casa neste blog!Inscreva-se, compartilhe com os amigos, adicione-o aos seus favoritos, siga-me nesta viajem aos encantos da natureza"

9 de novembro de 2007

Manutenção de Jardins



Gente, hoje eu estou postando a reportagem mais importante da série aulas de jardinagem.Pois de nada adianta caprichar na execução de um jardim e depois o abandonarmos.

Logo após à execução deve-se começar a manutenção, para não se perder todo o trabalho feito. Esta é a parte mais difícil, manter o jardim bonito e saudável, conservando o projeto original.
As folhas e flores tem vida útil e sofrem mudanças a cada dia ou estação.
As plantas crescem, algumas mais rapidamente que as outras.
O “mato” avança sem piedade, principalmente na época das chuvas, competindo na busca de nutrientes destinados às plantas escolhidas.
E como todo ser vivo, as plantas adoecem e são atacadas por predadores que se alimentam delas. É o ciclo da vida.
Futuramente vou me aprofundar mais em cada ítem abaixo, mas no momento, seguir as regras já é o suficiente, ok?
Existem apenas cinco regrinhas básicas de sobrevivência para um jardim:

1.Limpeza

Deve-se varrer o jardim, retirando as folhas e flores que caem pelo menos uma vez por semana. Retirar as folhas e flores secas das plantas. Afofar a terra sem prejudicar as raízes e sempre que puder retirar a fuligem e poeira das folhas.

2.Podas

· Poda de limpeza-> Visa eliminar galhos velhos, secos, doentes ou malformados;
· Poda de formação-> Visa orientar o crescimento e dar forma à copa da árvore
ou arbusto (azaléia, roseiras,cheflera...);
· Poda de frutificação e brotação-> O objetivo desta é eliminar parte dos
ramos que produziram no ano anterior (videira, caqui, azaléia, Hortência...).

3.Irrigação

Nenhum ser vivo, sobrevive sem água! E só os aquáticos vivem dentro dela.
Resumindo, toda falta e excesso são prejudiciais.

No verão as chuvas são mais constantes e por isso podemos diminuir a rega, mas sem esquecer aquele cantinho debaixo da varanda que não chove nunca.Já no inverno, quase não chove e as regas devem ser mais constantes, de preferência pela manhã para derreter a geada em locais mais frios.
A rega é importante para hidratar, possibilitar à planta absorver nutrientes do solo, retirar a poeira e fuligem das folhas e manter a saúde do jardim.

4.Controle phytossanitário

O aparecimento de doenças nas plantas, geralmente está associado a condições inadequadas de cultivo e manutenção. As doenças e pragas são transmitidas pelo ar, por pássaros, por outras plantas que chegam contaminadas ou plantas da vizinhança.
Pragas e doenças mais comuns:
- Lesmas e lagartas – Catação manual
- Formiga cortadeira – Usar iscas à venda no mercado com proteção de pedaços de mangueira para não molhar a isca.Pode-se usar também um potinho de margarina invertido, tomando-se o cuidado de cortar duas portinhas (entrada e saída) e colocá-la no caminho das formigas.
- Fungos e ácaros – Além de fungicidas químicos, pode-se usar calda bordaleza de 15 em 15 dias. - Pulgões – Pulverizar de 20 em 20 dias calda de fumo ou inseticidas químicos que existem no mercado.
- Cochonilhas – Produtos a base de Malatol ou similar.

Obs.:É importante o uso de equipamentos de segurança, (máscara e luvas de proteção) apropriados ao produto, na hora de manusear ou pulverizar.

5.Adubação

No solo as plantas procuram e acabam achando nutrientes; mas como alguns nutrientes são esgotáveis e não renováveis, o ideal é adubar o jardim pelo menos uma vez por mês.

Boas colheitas de flores e frutos de, primavera, verão, outono e inverno!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, sua opinião é muito importante para mim.Sinta-se à vontade.Seu comentário será enviado ao meu e-mail e caso você não deseje que eu o publique é só me avisar no corpo do texto, ok?! Obrigado!Monique

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Seguidores deste Jardim

Após clicar, veja o resultado no final da página!

Também escrevi...

Também projetei jardins reais...