"Seja Bem Vindo...Viaje neste jardim virtual!!Sinta-se em casa neste blog!Inscreva-se, compartilhe com os amigos, adicione-o aos seus favoritos, siga-me nesta viajem aos encantos da natureza"

29 de março de 2008

Dengue x Plantas x inhame

Olá queridos leitores,
Diante das circunstâncias, venho postar sobre um assunto que tem preocupado toda a população: A dengue em relação às plantas, principalmente as bromélias e aos jardins.
Já postei anteriormente um artigo da Fiocruz sobre as bromélias, onde mostra que as bromélias não constituem foco da dengue.Abaixo, link para a reportagem.

http://monique-botelho.blogspot.com/2007/10/estudo-indica-que-bromlias-no.html

Elas só passarão a ser foco da dengue caso tenham um recipiente (pratinho), em baixo do vaso, com água. Mas, por cautela, não custa nada a seguinte dica:
Para tratar quaisquer plantas que acumulam água, deve-se preparar uma solução simples com água sanitária, na proporção de uma colher de sopa para um litro de água. Deve-se colocar a solução no mínimo duas vezes por semana.

ATENÇÃO: A única maneira de evitar a dengue, é não deixar o mosquito nascer!!!!E eles nascem na água limpa.Por isso:
1- Não deixem acumular água nos pratos, mantenham-no sempre com areia até a borda deles. Se tiverem ao ar livre (Numa varanda, área ou jardim), não há necessidade de prato.Neste caso, até para o bem estar das plantas, é melhor que fiquem sem prato, para evitar, não só o foco da dengue, mas também o alagamento das plantas.2- Os jardins e as áreas descobertas podem ter pequenas poças de água parada, garrafas abandonadas ou outro recipiente que acumule água limpa, por traz dos arbustos ou num canto esquecido.Fique alerta, a limpeza no jardim é fundamental e também o nivelamento com terra ou areia das poças.
3- Trate a piscina com cloro e limpe uma vez por semana.

Podemos viver bem com a natureza e evitar a dengue!!!!!
Recebi o seguinte e-mail do meu irmão, sobre o Inhame e a Dengue:
- Valeu Ronald!!!

Inhame por Sonia Hirsh
DENGUE
Infecção virótica que faz doer o corpo inteiro, especialmente as juntas, e dá muita febre; deixa a pessoa fora de combate por algum tempo mas raramente mata. É transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e A. albopictus, que se infectam sugando sangue de algum humano ou macaco infectado nos três primeiros dias da febre. Depois de 8 a 11 dias de incubação, o mosquito começa a transmitir vírus infectantes a humanos e macacos. Eles saem nas minúsculas gotinhas de saliva que o mosquito usa como anticoagulante durante a picada . Atualmente se diz que há quatro variedades de dengue; quem teve uma pode ter as outras três.
O TRATAMENTO MÉDICO é paliativo - descanso, muita água, soro, banhos mornos, compressas de batata crua ou tofu na cabeça para puxar o calor.
O TRATAMENTO NATURAL é comer INHAME. Comer inhame em vez de batata, duas ou três vezes por semana previne contra dengue. Em situações de epidemia, comer um inhame por dia é mais que bastante - em sopa, purê, ensopadinho, pastinha com alho ou qualquer das outras receitas que você encontrar.

Mesmo já estando com dengue, comer inhame - ou tomar o elixir de inhame, vendido em qualquer farmácia (!!!), costuma acelerar muito a recuperação.Também é importante usar o inhame depois da dengue, para eliminar os resíduos do sangue que tornam mais dramática a recaída.
O INHAME LIMPA O SANGUE
É um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece: faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins e dos intestinos. No começo do século já se usava elixir de inhame para tratar sífilis.
FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO
Os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico. Curioso que a forma do inhame seja tão semelhante à dos gânglios...
EVITA DENGUE
A presença do inhame no sangue permite uma reação imediata à invasão do mosquito, neutralizando o agente causador da doença antes que ele se espalhe pelo corpo.

Aqui, vão algumas formas de se consumir o INHAME, mas com certeza nos sites de culinária vão encontrar muito mais receitinhas:

Vitamina com inhame
Ponha no liquidificador um inhame, uma cenoura, alguns ramos de salsa (ou outra folhinha verde, como coentro ou hortelã) e o suco de duas laranjas, com mais água se desejar. Tudo cru. Dá para dois copos.
De cuscuzeira Cozido no vapor
Ponha alguns inhames com casca e tudo na parte superior da cuscuzeira, ou numa peneira sobre uma panela com água fervendo, e tampe. Depois de meia hora espete com o garfo para ver se estão macios. Nessa altura a casca solta com muita facilidade, basta puxar que sai inteirinha. É aí que o inhame tem o sabor mais simples e gostoso.
Purê de inhame
Depois de cozinhar os inhames no vapor ou na água solte a casca e amasse com um garfo; junte um pouquinho de manteiga e de sal marinho, ou molho de soja, e misture bem. Só precisa ir ao fogo de novo se for para esquentar.
Pastinhas de inhame
São ótimas para passar no pão e substituem, muito bem, as pastas de queijo nas festas. A base é um purê de inhames cozidos e amassados, ao qual se acrescentam, azeite ou manteiga, folhas verdes picadinhas (salsinha, manjericão, coentro, cebolinha) ou orégano; uma beterraba cozida e batida no liquidificador com inhame e um pouquinho de água vai produzir uma pasta rosada; Inhame batido com azeite, alho, água e sal faz uma delícia de molho tipo maionese. Use a criatividade e ofereça aos amigos uma coisa nova de cadavez!
Inhame Sauté
Depois de cozidos e descascados, corte os inhames em rodelas ou pedaços; esquente manteiga ou azeite numa frigideira; ponha os inhames, e sobre eles bastante folhas verdes picadinhas (salsa ou cebolinha ou manjericão ou coentro ou orégano ou...); umas pitadinhas de sal marinho; mexa rapidamente, baixe o fogo e deixe grudar um pouquinho no fundo para ficar crocante.
Inhame frito
É muito mais gostoso do que batata. Faça exatamente como faz com ela: corte em rodelas finas ou palitos, frite em óleo bem quente e deixe escorrer sobre um papel que absorva a gordura.
Pizza de frigideira
Rale inhames crus, misture com farinha de arroz ou de milho, tempere a gosto; achate a massa numa frigideira antiaderente e deixe assar dez minutos de um lado, dez do outro. Com alguma prática dá para fazer isso numa chapa bem quente, levemente untada. O ponto da massa não deve ser nem seco nem aguado.
Inhoque de inhame
Faça exatamente como faz inhoque de batata: cozinhe os inhames, descasque, amasse com farinha de trigo e uma pitada de sal marinho até a massa ficar com a consistência do lóbulo da orelha. Enrole em cordões, corte, ponha para cozinhar de pouco em pouco numa panela com água fervendo.Quando os inhoques subirem é que estarão cozidos. Se puder, substitua parte da farinha de trigo comum por outra que seja integral. E o molho? Ao gosto do freguês...
Engrossando o caldo
Cozinhe um ou dois inhames junto com o feijão, que eles desmancham e o caldo fica bem grosso.
Bolinhos de inhame
Cozinhe, descasque e amasse ligeiramente os inhames com um pouco de cebola ralada, cebolinha verde picadinha ou alho-porró em fatias fininhas, umas pitadas de cominho e outra de sal; junte farinha de trigo para dar liga, pincele com gema de ovo e asse no forno até a superfície secar.Ou frite.
Mais receitas:

Bom Apetite!!!!
PROCURE SEMPRE AJUDA MÉDICA EM CASO DE SUSPEITA DE DENGUE!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, sua opinião é muito importante para mim.Sinta-se à vontade.Seu comentário será enviado ao meu e-mail e caso você não deseje que eu o publique é só me avisar no corpo do texto, ok?! Obrigado!Monique

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Seguidores deste Jardim

Após clicar, veja o resultado no final da página!

Também escrevi...

Também projetei jardins reais...