"Seja Bem Vindo...Viaje neste jardim virtual!!Sinta-se em casa neste blog!Inscreva-se, compartilhe com os amigos, adicione-o aos seus favoritos, siga-me nesta viajem aos encantos da natureza"

2 de setembro de 2010

Rosa Mosqueta




Quem nunca ouviu falar em creme de rosa mosqueta? Já se questionou sobre a parte da rosa que se extrai a substância para manipulação destes cremes? Você sabe o que é a rosa mosqueta? Tem noção das suas características, como planta?
Até conhecer esta planta e sua manipulação, eu mesma não tinha nenhuma noção sobre estes assuntos!!Agora vou compartilhar com vocês o que aprendi!!



 


Recentemente tive a oportunidade de vê-la “in natura”, porém sequinha..rs, por causa do inverno rigoroso e nevado da Patagônia. Fotografei a plaquinha acima no Cerro Campanário, observem que tem um arbusto da roseira atráz da placa, tal é a importância que se dá pra esta espécie por lá.



É possível ver os arbustos espinhosos e desfolhados (Como as fotos que tirei acima), ladeando as estradas e em maciços por terrenos onde a roseira já se alastrou. De natureza invasora esta rosinha é cosiderada uma "praga" em muitos lugares.

A Rosa Mosqueta, também conhecida como rosa silvestre, rosa montês ou rosa coral é originária da Ásia e encontrada no sul da Europa, norte da América do Norte e em alguns países da América do Sul.
Seu nome botânico é Rosa Aff. Rubiginosa, pertence ao gênero Rosa, da família Rosaceae, e possui aproximadamente 70 espécies diferentes em todo o mundo.

A planta foi introduzida na América do Sul no século XVIII com fins ornamentais por imigrantes europeus, encontrando-se nos Andes patagônicos da Argentina, Chile e Peru. Na Argentina, a planta se propagou de maneira profusa devido às características do clima e do solo, e à presença do gado e animais silvestres como cervos e javalis, os quais se alimentam do fruto. Em alguns lugares a planta se expandiu tanto que chega a ocupar terras cultiváveis.




É um arbusto que cresce em regiões de clima frio e seco. Seus talos e ramas estão cobertos de afiados espinhos, suas flores são brancas ou rosadas, com 3 a 6 cm de diâmetro, dispostas em cachos que contêm de 7 a 15 unidades de flor. Apresentam 5 sépalas e 5 pétalas, com numerosos estames. Seu fruto tem forma ovóide, carnoso, de cor vermelho intenso quando maduro, e contém um grande número de sementes no seu interior.


Visitei uma fábrica de cosméticos a base de rosa mosqueta e foi lá que consegui as fotos da flôr e sementes. A foto acima eu tirei durante uma apresentação sobre os produtos. Lá aprendi que usa-se a casca desidratada na preparação de chá, para o fortalecimento do sistema imunológico, por conter até 40 vezes mais vitamina C que um cítrico (por unidade de peso).

Da semente (na foto, granulo no potinho de cima, de côr mais clara), se extrai o óleo, usado para fins dermatológicos e cosméticos desde o século XIX. E com este óleo, que eles chamam de azeite são feitos cremes hidratantes, anti-envelhecimento, nutritivos entre outras propriedades medicinais.
Daqui a alguns mêses eu falo pra vocês se dá resultado!!!rsrs
Brincadeiras a parte, o laboratório é maravilhoso, muito bem equipado e organizado, com visitas monitoradas e guiadas.
A natureza é um espetáculo, não acham?
Uma semana com cheirinho de rosas pra todos!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, sua opinião é muito importante para mim.Sinta-se à vontade.Seu comentário será enviado ao meu e-mail e caso você não deseje que eu o publique é só me avisar no corpo do texto, ok?! Obrigado!Monique

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Seguidores deste Jardim

Após clicar, veja o resultado no final da página!

Também escrevi...

Também projetei jardins reais...